colecções disponíveis:
1. Lendas de Sintra 2. Sintra Magia e Misticismo 3. História de Sintra 4. O Mistério da Boca do Inferno 5. Escritores e Sintra
6. Sintra nas Memórias de Charles Merveilleux, Séc. XVIII 7. Contos de Sintra 8. Maçonaria em Sintra 9. Palácio da Pena 10. Subterrâneos de Sintra 11. Sintra, Imagem em Movimento


domingo, 12 de fevereiro de 2012

Sintra nos Anos 40 do Século XX - "Ameaça!"


© Pesquisa e texto: O Caminheiro de Sintra
Imagem: arquivo do Caminheiro de Sintra
Filme: Youtube, utilizador zeregrelo


a estação de comboios de Sintra nas primeiras décadas do século XX,
por onde o filme Ameaça! também passa
    Da imagem em movimento de Sintra nos anos 40 do século XX, conseguiu até nós chegar a obra de J.M.B.P. (João Maria Damasceno Rosado Bordallo Pinheiro) intitulada Ameaça!.

    João Maria Bordallo Pinheiro terá realizado esta relíquia de Sintra, quando tinha cerca de 27 anos, em 1941. Diz-se que em sua ascendência, um dos seus ramos - bisavós - tinha a actriz Rosa Damasceno (Rosa Angélica Damasceno Rosado) e bisavô "desconhecido".
   
    Diz-se ainda, que o bisavô desconhecido era D. Luís I, precisamente o segundo filho de D. Fernando II com D. Maria II. E a actriz acabou por actuar em inúmeras peças, no teatro com o nome da suposta..."sogra" - numa visão popularucha, é claro. Inúmeras peças, algumas delas de Ernesto Biester, aquele que é normalmente interpretado como o Biester responsável pela existência do chalet de mesmo nome, que numa colina da Rampa da Pena assenta.

    Da relíquia cinematográfica, pode dizer-se que o deleite começa a sentido quando se vê a Praça D. Pedro IV, e o interior da estação de comboios do Rossio, de onde uma locomotiva irá partir.

    Depois da partida daquela, são observados trechos da linha de Sintra, e num deles, uma curiosíssima perspectiva do corpo do comboio numa suave curva, encabeçado pela em jactos fumeante locomotiva.

    ...e saindo do túnel abaixo do Monte da Estefânia, lento e fumegante, entra na estação de Sintra, antes de os nossos olhos se deliciarem nas várias perspectivas, nos vários olhares sobre os pormenores da estação, com os passageiros dela saindo.

    Aparece depois o escondido caminho das Azenhas que nos leva vila abaixo até à estrada para Colares, enquanto o Castelo dos Mouros e o Paço Real de Sintra fazem fugazes aparições...e... Bom, e há um antes e um depois, e o melhor é deixar esta delícia-relíquia correr pelos seus olhos.





© O Caminheiro de Sintra


Colecção Sintra, Imagem em Movimento:
::: Sintra e Seus Arredores em 1922
::: Sintra em "A Canção de Lisboa", em 1933
::: Sintra no Cinema I
::: Sintra no Cinema II
::: Sintra no Cinema III
::: Sintra no Cinema, em Controvérsia: Dois Filmes de Jesus Franco
::: Sintra nos Anos 40 do Século XX - "Ameaça!"
::: Sintra nos Anos 50 do Século XX
::: Sintra em 1954
::: O Mistério da Estrada de Sintra - Sintra no Cinema
::: The Ninth Gate - A Nona Porta - Sintra no Cinema
::: Reportagem Cinegráfica de A.C. de Macedo - Sintra em 1926
::: "Em Cintra" - ano de 1926 por Artur Costa de Macedo
::: Drácula em Sintra (Jess Franco)
::: Combat d'Amour en Songe - Raoul Ruiz e Sintra (Quinta da Regaleira)
::: Filmografia de Sintra: de 1897 a 1960
::: Filmografia de Sintra: de 1961 a 2012

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caríssimo(a),

por favor sinta-se à vontade para aqui escrever aquilo que agora pensa ou sente.

Ver-nos-emos em breve, sem disso sabermos.

O Caminheiro de Sintra