colecções disponíveis:
1. Lendas de Sintra 2. Sintra Magia e Misticismo 3. História de Sintra 4. O Mistério da Boca do Inferno 5. Escritores e Sintra
6. Sintra nas Memórias de Charles Merveilleux, Séc. XVIII 7. Contos de Sintra 8. Maçonaria em Sintra 9. Palácio da Pena 10. Subterrâneos de Sintra 11. Sintra, Imagem em Movimento


quinta-feira, 30 de setembro de 2010

O Palácio da Pena no relato do Príncipe Lichnowsky - Sintra, Vígia da Índia



© Pesquisa e texto: O Caminheiro de Sintra
Imagens: Arquivo do Caminheiro de Sintra


o Príncipe Lichnowsky
 Nas memórias do Príncipe Lichnowsky, encontramos um excerto sobre Sintra, que fala sobre o Palácio da Pena e elogia a sua belíssima localização, bem como o local de espera de D. Manuel I das naus vindas da Índia, que o levou a criar o Mosteiro de Nossa Senhora da Pena, edificação original e pré-Palácio da Pena, da mesma ordem religiosa e do mesmo tempo do Mosteiro dos Jerónimos.

"A doze milhas náuticas do Cabo de Peniche dobrámos o alto promontório do Cabo da Roca, chamado comummente pelos marítimos ingleses “the rock of Lisbon”, e que forma a última rasificação da serra, que de Sintra se dirige para o oceano.
entrada do Palácio da Pena, início do século XX
Em um dos mais elevados cabeços vê-se meio envolvido em nuvens o Castelo da Penha. Parece daquela posição sobranceira imperar livre e ousadamente sobre o mar, e a terra. Esta formosa Penha que eu mais tarde tantas vezes, e com tanto prazer visitei, afigurou-se-me sempre como habitação de uma águia real; e seguramente foi um feliz pensamento do príncipe cavalheiresco, que a Alemanha deu como rei a este país, edificar seu castelo feudal sobre aquele cume, onde El-rei D. Manuel ia todos os dias aguardar o regresso da frota de Vasco da Gama."

© O Caminheiro de Sintra

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caríssimo(a),

por favor sinta-se à vontade para aqui escrever aquilo que agora pensa ou sente.

Ver-nos-emos em breve, sem disso sabermos.

O Caminheiro de Sintra