colecções disponíveis:
1. Lendas de Sintra 2. Sintra Magia e Misticismo 3. História de Sintra 4. O Mistério da Boca do Inferno 5. Escritores e Sintra
6. Sintra nas Memórias de Charles Merveilleux, Séc. XVIII 7. Contos de Sintra 8. Maçonaria em Sintra 9. Palácio da Pena 10. Subterrâneos de Sintra 11. Sintra, Imagem em Movimento


domingo, 12 de fevereiro de 2012

Sintra nos Anos 50 do Século XX - Memória de Imagem em Movimento




© Pesquisa e texto: O Caminheiro de Sintra



    Felizmente que há pessoas com posses, que abdicando no fim do que é seu - que realmente não conseguiriam levar para mais nenhum sítio - o legam como contributo para a Humanidade. O casal Tode assim o fez, e como herança acabou por legar parte do seu património, onde se incluíam vídeos de inúmeras viagens suas, à volta do Mundo.


    Perdida numa das fitas, encontrava-se Sintra, que agora se dá a conhecer, com as suas vestes dos anos cinquenta do século XX.

    O excerto a Sintra referente, inicia-se no Palácio da Pena, ou à entrada desse, onde são filmados com um detalhe apreciável os pormenores da entrada da ponte levadiça. Como um fantasma, do horizonte quase indistinto, trémulo surge o Gigante, que naquele tempo em muitos postais aparecia denominado como "Estátua de Vasco da Gama". E passando de um gigante para outro de fantasia, aparece depois o Tritão, de muito próximo filmado, antes de repentinamente aparecer o antigo "Campo de Centeais", destrinçando-se num planalto, o Palácio de Seteais. Numa fracção de segundos, a Quinta da Regaleira é também da distância filmada, para depois a câmara se deixar lentamente levar pelos esverdeados remendos da Planície Saloia.

    E de novo de lente no Palácio. Desta vez é a escadaria para a capela do antigo Mosteiro da Pena, filmando a frontaria até a perspectiva se deixar ir por torre do relógio acima, aparecendo de repente a janela do Palácio da Pena, que relembra a conhecida janela do Convento de Cristo em Tomar.

    Uma parte do caminho da ronda do guarda, e vê-se o Castelo dos Mouros, quase como se no Palácio da Pena se estivesse no topo do céu. O Alto de Santo António, e um lento plano sobre a parte fronteira do Palácio onde a vista se perde entre ameias e merlões.

    Poucos pormenores mais se vêem até o filme acabar. Para além de relíquia, um verdadeiro deleite para quem Sintra ame.

  Cabe por último dizer que o original era mudo, e dar graças a todos aqueles que voluntária ou involuntariamente, as memórias de Sintra Preservam, como no caso da casal Tode.


© O Caminheiro de Sintra


Colecção Sintra, Imagem em Movimento:
::: Sintra e Seus Arredores em 1922
::: Sintra em "A Canção de Lisboa", em 1933
::: Sintra no Cinema I
::: Sintra no Cinema II
::: Sintra no Cinema III
::: Sintra no Cinema, em Controvérsia: Dois Filmes de Jesus Franco
::: Sintra nos Anos 40 do Século XX - "Ameaça!"
::: Sintra nos Anos 50 do Século XX
::: Sintra em 1954
::: O Mistério da Estrada de Sintra - Sintra no Cinema
::: The Ninth Gate - A Nona Porta - Sintra no Cinema
::: Reportagem Cinegráfica de A.C. de Macedo - Sintra em 1926
::: "Em Cintra" - ano de 1926 por Artur Costa de Macedo
::: Drácula em Sintra (Jess Franco)
::: Combat d'Amour en Songe - Raoul Ruiz e Sintra (Quinta da Regaleira)
::: Filmografia de Sintra: de 1897 a 1960
::: Filmografia de Sintra: de 1961 a 2012

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caríssimo(a),

por favor sinta-se à vontade para aqui escrever aquilo que agora pensa ou sente.

Ver-nos-emos em breve, sem disso sabermos.

O Caminheiro de Sintra