colecções disponíveis:
1. Lendas de Sintra 2. Sintra Magia e Misticismo 3. História de Sintra 4. O Mistério da Boca do Inferno 5. Escritores e Sintra
6. Sintra nas Memórias de Charles Merveilleux, Séc. XVIII 7. Contos de Sintra 8. Maçonaria em Sintra 9. Palácio da Pena 10. Subterrâneos de Sintra 11. Sintra, Imagem em Movimento


domingo, 10 de março de 2013

"Em Cintra" - ano de 1926, por Artur Costa de Macedo



© Pesquisa e texto: O Caminheiro de Sintra
Filme: Cinemateca Portuguesa



  Os dias, os meses, os anos passam, e são as memórias que nos ficam. Quando essas se vão apagando com a saída na última estação da vida, sobram aquelas que foram guardadas para outros as recordarem. Felizmente é este o caso, que já tocou até o coração de quem conheceu pessoas que aparecem neste curto filme.

  Em Cintra, realizado por Artur Costa de Macedo a pedido da antiga Sociedade de Turismo de Sintra no ano de 1926 para um lote de três filmes conhecidos pela designação de Actualidades, apresenta-nos uma sequência de curtos momentos em determinados locais de Sintra, vividos nesse mesmo ano.


  Começa com um dos primeiros cinemas de Sintra, num banquete para os responsáveis e trabalhadores que estiveram envolvidos no seu erigir. Nessa passagem, vêem-se Adriano Júlio Coelho e Norte Júnior no interior do edifício (ambos envolvidos na construção do antigo Casino), e posteriormente na rua, Júlio Fonseca, o construtor que esteve envolvido na reformulação - como hoje o podemos ver - do Palácio da Peninha.

  Pode de seguida observar-se um pequeno excerto da Procissão do Senhor dos Passos no adro da Igreja de São Martinho, para logo depois passarem os nossos olhos para São Pedro de Sintra em dia de feira, e onde se vê - para além de um automóvel da época a levantar poeira na sua passagem - um antigo placard publicitário do vinho de Colares Ramisco, e claro, a interacção das pessoas na feira, incluindo as “cachopas” nos “namoriscos”.

  Por fim aparece-nos o chá de Domingo no antigo Casino, já como um hábito, que significará que o dito cinema terá sido concluído entre Setembro e Dezembro de 1926, dado que a inauguração do Casino aconteceu em Agosto.

  Existe notícia de ter existido por detrás do antigo Casino - actual Centro Cultural Olga Cadaval - um cinema que era uma espécie de barracão (...que no espaço de 44 dias construiram o seu explendido cinema...), espaço que posteriormente o Cine-Teatro Carlos Manuel ocupou - hoje, parte integrante do C.C.O.C..
  Com os intervenientes na elaboração do edifício do antigo Casino - Adriano Júlio Coelho e Norte Júnior - presentes, e envolvendo o mesmo proprietário - a antiga Sociedade de Turismo de Sintra -, é muito possível que tenha este sido o tal humilde cinema, um dos primeiros de Sintra que surgiram antes do aparecimento do Cinema Tivoli em 1928 - este último sendo actualmente a Casa de Teatro de Sintra.

  Fica-nos assim, e para nosso deleite, aquilo que outros viram, ouviram, e viveram. Haja quem nossas memórias guarde, e que essas a outros possam um dia trazer semelhante doçura de sentimentos.


  © O Caminheiro de Sintra


Colecção Sintra, Imagem em Movimento:
::: Sintra e Seus Arredores em 1922
::: Sintra em "A Canção de Lisboa", em 1933
::: Sintra no Cinema I
::: Sintra no Cinema II
::: Sintra no Cinema III
::: Sintra no Cinema, em Controvérsia: Dois Filmes de Jesus Franco
::: Sintra nos Anos 40 do Século XX - "Ameaça!"
::: Sintra nos Anos 50 do Século XX
::: Sintra em 1954
::: O Mistério da Estrada de Sintra - Sintra no Cinema
::: The Ninth Gate - A Nona Porta - Sintra no Cinema
::: Reportagem Cinegráfica de A.C. de Macedo - Sintra em 1926
::: "Em Cintra" - ano de 1926 por Artur Costa de Macedo
::: Drácula em Sintra (Jess Franco)
::: Combat d'Amour en Songe - Raoul Ruiz e Sintra (Quinta da Regaleira)
::: Filmografia de Sintra: de 1897 a 1960
::: Filmografia de Sintra: de 1961 a 2012

Sem comentários:

Enviar um comentário

Caríssimo(a),

por favor sinta-se à vontade para aqui escrever aquilo que agora pensa ou sente.

Ver-nos-emos em breve, sem disso sabermos.

O Caminheiro de Sintra